Fitness: 6 dicas para começar a treinar e levar um estilo de vida saudável

Começar é sempre a parte mais difícil. Contar com um personal trainer sempre ajuda a entrar na rotina de um estilo de vida mais saudável. Mas… impossível contar com a ajuda de um profissional agora? Então, com as dicas motivacionais certas, você conseguirá ser seu próprio instrutor. Sim, parece ambicioso, mas é possível. É só ver por aí, várias histórias de sucesso para comprovar!

E aí, chegou a hora da virada? Quer muito finalmente transformar profundamente seu estilo de vida, mas está um tanto perdido com o excesso de informação disponível? Então esse post é para você.

Exemplos de metas de treino e saúde

Antes de começar a treinar ou mudar a dieta, pense nos seus objetivos. O que você quer alcançar? Geralmente, o começo é uma vontade, ou necessidade, de mudar: perder peso, ganhar massa muscular, aumentar a resistência, cuidar da saúde, etc. 

Sem dúvida alguma, são bons objetivos, porém, se parar para pensar melhor, esses objetivos são sobretudo um tanto quanto vagos. Tente formular uma meta mais específica, mais fácil e mais realista, como, por exemplo:

Focar em metas mais específicas tem a grande vantagem de permitir que você comece a levar um estilo de vida mais saudável imediatamente. 

1. comprometimento e disciplina

Em geral, as pessoas escolhem pagar personal trainers para ter alguém que “mande” elas treinarem. No fim das contas, só quem realmente segue fielmente o plano vê resultados. Mas a decisão de mudar de vida e se exercitar é totalmente pessoal e depende apenas de você. 

Só você pode decidir quando será o momento de começar a transformar sua vida. Se faltar disciplina TOTAL  no processo e preparação para os pequenos imprevistos do dia a dia, você não vai conseguir alcançar seus objetivos. É questão de trabalho mental, também: você precisa se convencer de que, independente das emoções e das dificuldades que surjam, VAI CONSEGUIR ter sucesso! Encontrar seu equilíbrio é crucial, e isso exige 100% de disciplina.

2. Crie um quadro de visualização

Ter seu objetivo estampado na mente ajuda a praticar atividades físicas naqueles dias em que você simplesmente “não vai estar a fim”. Criar um estímulo visual pode ajudar na hora de angariar motivação para se exercitar, mesmo após um dia estressante.

Faça um mural de cartolina, cortiça, magnético, o que preferir, e comece a criar uma visualização que se aplique à sua vida. Imprima figuras da internet, recorte de revistas… use imagens que reflitam seus sonhos mais ousados. O CÉU É O LIMITE!

Pergunte-se, por exemplo: 

  • O que é que faz você se sentir feliz?
  • Onde você gostaria de morar?
  • Qual é o seu trabalho dos sonhos?
  • Qual é a sua motivação para levantar-se todos os dias? 

Este mural não precisa conter só fotos de corpos maravilhosos que inspirem você. Coloque também gente sorrindo, a casa perfeita, o emprego dos sonhos, frases motivacionais… criatividade é a alma do negócio.

Coloque o mural em um local bem visível. Alcançou uma das metas do mural? Enjoou de uma imagem ou frase, ou achou referências ainda melhores? Refaça, aprimore. Quanto mais dinâmico e alinhado com quem você quer ser, melhor!

3. Comece com pouco: faça 10 polichinelos e 10 agachamentos

Progredir é fundamental. É melhor começar gradualmente e ir aumentando a carga do que começar “com tudo, gás total, pegando fogo”, consumir todo esse gás em duas semanas e voltar à rotina oi-sofá. Seu corpo se acostuma a treinos repetitivos: ir elevando a intensidade é importantíssimo.

Você nunca praticou atividades físicas? Seja realista: não se consuma internamente pensando em criar, do dia para a noite, uma rotina de treinos completa. Comece HOJE, mas comece com 10 polichinelos e 10 agachamentos. Amanhã, aumente para 11. “Olha, não aguento nem 10”. Beleza, comece com 5. Não pense demais, não: simplesmente faça!

4. Lembre-se que “antes pouco do que nada”

Quem transforma o corpo, transforma a rotina do dia a dia também. Para efeitos reais, não basta treinar em um horário predefinido e “pronto, acabou”. É preciso transformar tudo em oportunidade para melhorar, dia após dia, para o resto da vida.

Às vezes um dia que era para ser tranquilo acaba ficando super ocupado, ou você perde a hora e acorda tarde. Antes de entrar em pânico ou desistir totalmente de treinar no dia, tente encontrar uma janela de 5-10 minutos para um treino de peso corporal, uma caminhada mais intensa ou mesmo uma sessão curta de yoga antes de ir dormir.

Não se deixe tomar pela sensação de fracasso toda vez que a vida não correr exatamente como você planejou. A vida é cheia de imprevistos, e o único jeito de ser feliz é “se virar nos trinta”. Ache um jeito! 😉

5. Nada de estresse com pesos

Não é obrigatório iniciar sua vida fit e saudável se matriculando em uma academia e pagando um dinheirão. Você pode começar a treinar em casa mesmo, utilizando o seu melhor equipamento: o peso do próprio corpo!

Sim, é possível fazer uma transformação total no corpo utilizando nada além do peso corporal. Não, não estou dizendo que é desnecessário ir à academia ou a outros treinos externos. Desnecessário é pensar que se matricular em aulas pagas fora de casa é a única maneira certa e eficiente de treinar. Experimente treinar de forma independente usando o app adidas Running para dar os primeiros passos na corrida, ou faça treinos de força caseiros com o aplicativo adidas Training.

6. Seja mais consciente sobre seus movimentos e pensamentos no dia a dia

A hora de treinar é o momento em que você se dedica exclusivamente ao corpo e à mente. Sim, à mente também! Foco mental é determinante para mudar de vida. Seja aprendendo novos exercícios ou desenvolvendo firmeza mental para momentos mais difíceis, a prática de “mindfulness” ajuda você a entrar em forma.

Para desenvolver atenção plena durante nossas ações, ou seja, fazer o que estamos fazendo prestando atenção e vivendo o momento, precisamos praticar prestando atenção em coisas simples, como, por exemplo:

  • Que cheiro você está sentindo? 
  • O que está vendo agora? 
  • Quais cores ou texturas chamam mais a sua atenção? 
  • O que você está realmente sentindo ou no que está pensando neste exato momento? 

Saia da “rodinha do hamster” e pare de passar o dia com os olhos grudados na tela do computador, tablet ou smartphone. Quando estiver na rua a caminho do trabalho, do supermercado ou quando sair para almoçar, faça um esforço ativo para enxergar o que se passa ao seu redor.

Observe os odores. Que cheiro é esse? O que está vendo? Busque cores e padrões que capturem seu olhar. O que você está pensando ou sentindo agora? Em vez de andar com o olhar vidrado na tela do telefone, olhe para a frente e, quem sabe, não vai receber um sorriso vindo de um colega ou até de uma pessoa desconhecida? Ou, de repente, quando se pegar caminhando “no automático” rumo ao elevador ou à escada rolante, se estiver consciente, você com certeza vai lembrar de usar as escadas.

Lembre-se:

Começar qualquer coisa na vida é meio estranho, mesmo. Planeje, siga firme nos pequenos passos iniciais e, conquista após conquista, esta sensação de estranheza sumirá. Quando este dia chegar, você se surpreenderá com o quanto aprendeu e realizou!

Agora você já sabe como começar a ser fit no dia a dia

Essas seis dicas são tudo o que você precisa para começar a caminhar em direção ao seu objetivo de fitness com bastante confia

Comece a treinar independentemente com os apps adidas Running e adidas Training, com exercícios em vídeos, explicações, dicas de alimentação e rotinas para todas as metas. 

***

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

Jessica Graham Jessica is a copywriter and graduated from the University of New Mexico (USA) with a BA in History which helped fuel her passion for travel and cultural education. Her former experience working in the service and beauty and wellness industries taught her to pursue her love of good food, fun fitness, and holistic wellness in everyday life. She especially loves strength training and trying out healthier versions of recipes for the not-so-healthy favorites — her oat milk coconut sugar pumpkin spice latte is delightful. Ver todos os artigos de Jessica Graham