Por que praticar jogging se podemos fazer plogging?

Plogging?” — Sim! Esta palavra nasceu de uma tendência fitness originada na Suécia e está conquistando o mundo! Não é uma modinha de dança nem de treinos, não: o plogging é, literalmente, a combinação da palavra jogging com o termo sueco “plocka upp” (pegar).
Ora, na hora de fazer rodagem ou aquele trote gostoso (justamente o jogging), é perfeita a ideia de melhorar as ruas, parques, praças e vias retirando o lixo que algumas pessoas sem educação ainda insistem em deixar por lá!

Nossa comunidade de plogging em Paris

Cresci em uma pequena cidade no interior da França e, quando me mudei para Paris, dei de cara com o consumismo desenfreado. Tento evitar usar plástico no dia a dia, mas ainda vejo minhas rotas de corrida cheias de copos plásticos ou de papel, canudos e outros resíduos plásticos.

Assim, junto a um grupo de amigos, criei a Paris Plogging Crew (PPC) — “Galera do plogging de Paris” —, e nossa missão é limpar a cidade, rota de corrida após rota de corrida. Se você for dessas pessoas que está sempre pensando em formas de retribuir à comunidade e quer também o prazer de correr suas rotas habituais sem ter que se deparar com tanto lixo, que tal fazer essa moda decolar e criar eventos de plogging?

Reduzir o lixo plástico

Participar dos eventos de coleta de lixo de uma comunidade é uma ótima forma de retribuir. Mas também é importante reduzir o seu consumo pessoal de plástico e isopor. Já parou para pensar nisso? Temos algumas dicas.

Como liderar um evento de plogging

Lançar um evento de plogging não é necessariamente difícil, mas nosso grupo encontrou um bom ritmo para nossas reuniões, e nosso exemplo pode ajudar você a planejar bons eventos. Vamos lá:

1ª etapa: crie um evento no Facebook ou um desses convites que vai direto para o calendário no celular da pessoa informando a data, horário, local, nome dos organizadores e itens que participantes devem levar. Pedimos que tragam algumas sacolas para colocar o lixo, luvas grossas, água e que se vistam de acordo com a temperatura ambiente.

Quando for criar o evento, use o humor e brincadeirinhas para tornar chamativo! Já batizamos eventos como “a revolução do lixo” ou “ataque às máscaras”. Pense também em criar um tema para o evento e recolha lixo relacionado àquele tema.

2ª etapa: divulgue o evento nas redes sociais. Dependendo do tamanho do grupo que intencione formar, convide amigos diretamente ou faça um post sobre o evento em grupos nas redes sociais.

3ª etapa: no dia do evento, uma pessoa deve se planejar para conversar com o grupo e explicar mais sobre o plogging em si, além de alertar para certos tipos de risco como vidro quebrado, ciclistas, respeito às regras de distanciamento social, etc. Esta pessoa informará onde será o ponto final de encontro e a que horas todos precisam chegar nele.

4ª etapa: partiu plogging! Normalmente, planejamos nossas sessões de plogging para durar entre 45-90 minutos.

5ª etapa: encerramento conjunto do evento. Reúna todas as pessoas trazendo o lixo que coletaram e tire fotos. Aproveite para bater papo e socializar! Às vezes, você consegue bolar um prêmio simples para quem recolher mais lixo! Uma coisa muito importante é planejar onde descartar todo o lixo coletado.

Algumas dicas para quem organizar o evento

Temos mais alguns lembretes úteis:

  • Estabeleça expectativas com o grupo. A ideia é fazer trote/rodagem e catar lixo, ou prefere dividir o grupo em quem vai fazer corrida leve e os demais que vão caminhar? Caso você more em uma cidade grande com muito lixo, provavelmente acabará caminhando mais que correndo. E tudo bem! Se as expectativas de todas as pessoas estiverem alinhadas, não vai haver frustração.
  • Participantes precisam usar roupas e calçados confortáveis. Parece bobo enfatizar, mas as pessoas chegam vestidas em trajes inimagináveis!
  • Use luvas grossas, como as de jardinagem, para evitar cortes. Leve alguns pares extra, pois alguém sempre pode esquecer de levar.
  • Leve sabão antibacteriano para compartilhar com o grupo.
  • Ao menos uma das pessoas do comitê de organização precisa ter um kit de primeiros socorros com band-aids. Só para garantir, né?

Mesmo que você tenha pedido que cada participante levasse sacolas de lixo, não custa ter uma boa quantidade reserva.

Spoiler: retribuir faz bem pra alma 

Acredite: ler sobre plogging é uma coisa, mas fazer é outra completamente diferente. A sensação de dedicar um pouco de tempo para retribuir a generosidade do planeta para com você é simplesmente maravilhoso!

Fora isso, para nosso grupo Paris Plogging Crew, a cidade das luzes é nosso parquinho! Lá, corremos, nos divertimos, mas também moramos e trabalhamos. Retribuir à cidade dá um orgulho. Uma sensação de ter um propósito na vida. Acredite!

E, claro, com esta animação toda, a Paris Plogging Crew cresceu e se tornou uma comunidade! Somos um grupo de amigos que se encontram, praticam uma atividade que amam e ainda socializam, desfrutando da companhia fitness. Fora isso, cada evento é uma aventura totalmente nova.

E aí, pilhou? Que tal organizar seu evento de plogging durante nosso evento virtual Run For The Oceans, um desafio dedicado a lutar contra o lixo plástico? Vamos fazer diferença, meu povo!

Poste as fotos do seu grupo e use nossa hashtag #RunForTheOceans. Se pesquisar pela hashtag, certamente vai encontrar a galera do Paris Plogging Crew. Dá um confere. Experimente, vamos lá!

Crédito da foto: Yassine Atiqi

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

Maïlys Dussert Maïlys Dussert cresceu em uma cidade pequena na França bem próxima à natureza e, atualmente, reside e trabalha em Paris. Atleta por paixão, integra o adidas Runners da capital francesa e é uma das embaixadoras francesas da adidas Runtastic. Fundou o Paris Plogging Crew – PPC visando apresentar o conceito de plogging a mais pessoas e retribuir à comunidade. Em seu perfil no Instagram, Maïlys cria conteúdo sobre plogging e o meio ambiente. (edited) Ver todos os artigos de Maïlys Dussert »