5 erros que cometemos depois de correr

Correr estimula o corpo inteiro intensamente: os músculos são desafiados, os ligamentos trabalham dobrado, o cérebro fica ligado – já que é preciso concentrar-se em cada passo. O esforço é grande, por isso, assim que a corrida acaba, vem a outra fase super importante do treino: recuperação. Neste momento, o corpo utiliza o estímulo recebido durante o treino para melhorar, ou seja, compensar o estresse otimizando a próprio desempenho.

Entretanto, muitos corredores cometem alguns erros depois de correr, erros que atrapalham o processo de recuperação e, consequentemente, afetam a performance geral.

Man cooling down after a run

Erro #1: não fazer resfriamento

Terminar a corrida e se jogar no sofá? Errado! Nunca termine uma corrida (ou um treino) abruptamente. Desacelere aos poucos depois de uma sessão de treino. Esta é uma forma de avisar ao seu corpo que você está parando e que ele pode começar entrar no modo de recuperação.

Fica a dica:

Nos últimos cinco minutos da corrida: reduza a velocidade para baixar a frequência cardíaca. Faça alguns exercícios de alongamento ou “solte” os músculos com um foam roller. Isso mantém a flexibilidade muscular, previne dor em excesso e lesões, além de relaxar o corpo e a mente antes de voltar para a rotina.

Erro #2: não reidratar

O corpo só consegue performar bem e eliminar o lixo metabólico (ácido lático, por exemplo, produzido em grandes quantidades depois de um treino intenso) se for reidratado depois de uma atividade física. Por isso é importante beber água (ou bebidas eletrolíticas)  suficientemente nas duas primeiras horas depois da corrida. Desta forma, os músculos recebem o oxigênio e nutrientes necessários para a flexibilidade corporal.

Woman drinking water after a run

Beber líquidos suficientemente não é importante apenas depois da corrida.

Use esta calculadora para descobrir qual é a quantidade de água ideal para você diariamente.

Para cada hora de atividade física, recomendamos aumentar a ingestão de líquidos destas formas:

  • 0,5 litro se a atividade for moderada
  • 1 litro se a atividade for intensa
  • 1,5 litros se os exercícios forem muito pesados

Erro #3: não repor os estoques de glicogênio

Durante uma corrida, você gasta energia, queima calorias e utiliza praticamente todas as reservas do corpo para ativar os músculos, tendões, ligamentos e sistema esquelético. Estes estoques devem ser preenchidos novamente o mais rápido possível depois do exercício físico.

Por quê? O corpo precisa de energia para se recuperar e melhorar o próprio desempenho depois de um treino. Sem este fornecimento de energia, os músculos não crescem e o corpo não fica mais forte, um grande vão que facilita lesões

Bom saber:

Também quem corre para perder peso deve comer depois da corrida. Depois de treinar para emagrecer, o metabolismo precisa de muita energia (tanque cheio!) para queimar gordura extra sem “queimar” os músculos que garantem a eficiência do treino. Nas primeiras horas do pós-treino, o corpo absorve melhor  tanto os três macronutrientes (carboidratos, proteína e gordura) quanto vitaminas e minerais. Aproveite!

Eating after a run

Erro #4: comer qualquer coisa depois da corrida

É comum superestimar a quantidade de calorias queimadas numa corrida. Muita gente se recompensa pelo esforço comendo doces, batata chips ou até uma cervejinha depois de correr. O grande risco desse hábito é acabar ingerindo mais calorias do que as queimadas… 

Alimentos gordurosos ou açucarados e álcool contêm calorias vazias (calorias sem valor nutritivo) e atrapalham a recuperação corporal importantíssima no pós-treino. Nesse caso, o processo de recuperação pode levar dias!

Erro #5: Nunca dar trégua

O treino é um momento de estresse para o corpo todo. Só melhora o desempenho (fica forte, aumentar resitência…) quem dá ao corpo a pausa que ele precisa para trabalhar sobre o estímulo recebido. Dormir é preciso! Durante o sono, os músculos, os ossos, os tendões, o organismo inteiro consegue se recuperar. O corpo humano precisa entre 7 e 8 horas ininterruptas de sono para compensar o esforço de uma corrida. Uma soneca (power nap) depois do almoço ajuda mais ainda no processo de recuperação!

 

O que acontece se não dormir suficientemente?

Passar períodos sem dormir suficientemente piora o desempenho, desgasta mais e aumenta o risco de lesões.

***

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

Sascha Wingenfeld

Sascha é coach de bem-estar e triatleta. Com mais de 10 anos de experiência, ele treina corredores de todos os níveis. "Sou apaixonado pelo meu trabalho, amo correr". Ver todos os artigos de Sascha Wingenfeld »