Como manter a motivação? Espírito de equipe como solução.

por Larissa Sexton

Dizem que a corrida é um esporte solitário. É a ação física de mover as pernas num ritmo rápido, empurrar-se para frente numa velocidade maior do que numa caminhada ou jogging. Ela depende apenas da própria pessoa: se vestir, calçar o tênis, sair e correr. Cada pessoa corre por si próprio, para lutar contra a própria inércia, superar os próprios limites.

Minha experiência em meia maratonas e anos de corrida me ensinou uma outra coisa importante: precisamos de uma rede de apoio para alcançar objetivos de treino, pois, para crescer um corredor, é preciso uma aldeia. Afinal, corrida também é um esporte coletivo. Não quero dizer que, para correr, tem que estar numa equipe. A questão vai mais além.

1. QUEM É A SUA INSPIRAÇÃO?

O que faz você calçar seu tênis e sair para correr? Sem motivação, nada acontece. A minha motivação vem de todos os corredores que começaram exatamente como eu e seguiram adiante até chegar num nível mais avançado. 

As gêmeas Anna e Lisa, por exemplo, são duas mulheres que me mostraram que, para chegar longe, basta tentar e, apesar das dificuldades, nunca desistir. Me identifico. Sei que não chegarei a correr nas Olimpíadas, mas ainda assim admiro os corredores velozes. Sei que não correrei com as gêmeas Hahner, mas, ainda assim, quando penso nelas, ganho motivação para ultrapassar os meus próprios limites a cada treino.

Se você está buscando motivação para correr, pergunte-se: quem é a sua inspiração? Não precisa ser alguém famoso, pode ser, inclusive, aquele seu vizinho que acabou de completar uma ultramaratona. Seja quem for, pense nessa pessoa quando a vontade de ficar em casa estiver esmagando a vontade de sair para correr.  😎 

2. ENCONTRE PESSOAS QUE IMPULSIONEM SUA PERFORMANCE

Além dos meus exemplos a seguir, também saio para correr com algumas pessoas “da vida real” para aumentar a motivação. Praticamente todo corredor já fez uma corrida junto com alguém que corre mais rápido, alguém que, por estar num nível mais avançado, acaba impulsionando a performance do outro. Treinar com os meus amigos homens, por exemplo, me desafia a ir mais rápido, me motiva a aumentar o ritmo a cada passada durante uma corrida.

Mas não é apenas com os mais fortes que se aprende. Cada componente de um grupo é uma contribuição valiosa na formação da equipe. Quando estava treinando para a minha primeira maratona, tive que aprender a correr distâncias longas num ritmo mais lento do que o meu ritmo normal das corridas de 10 km.

Treinar com iniciantes me ajudou a focar num ritmo regular e a ser capaz de manter uma velocidade baixa, crucial para que eu conseguisse completar os 42 quilômetros.

Minha equipe de treino me ajuda, por exemplo, a correr um quilômetro a mais em um minuto menos. Tente organizar um grupo de corrida com o pessoal do trabalho. Além de cultivar uma ótima fonte de energia, vocês vão estimular o espírito de equipe. É uma das formas mais divertidas de implementar, com sucesso, uma rotina fitness em meio ao estresse do dia a dia

3. RECEBA A MOTIVAÇÃO DA SUA EQUIPE DE APOIO

Não posso esquecer de mencionar a parte não corredora da minha equipe. A equipe por trás da equipe: meus amigos, família e outras pessoas que me apoiam. Por exemplo, os nutricionistas que planificam refeições adequadas para esportistas e os criadores das barras de proteína que me dão a energia que o meu corpo precisa para correr. Ou também as pessoas que desenvolvem apps como o adidas Runtastic, que me ajuda a avançar sempre mais.

Ouvir as torcidas enviadas pelos seus amigos através da ferramenta “atividade ao vivo” do app adidas Running durante uma corrida, realmente impulsiona a performance. Dá vontade de correr mais ainda… se jogar nos braços da família ao cruzar a linha de chegada é, para mim, uma das maiores recompensas. Sem a minha rede social e equipe de apoio, eu não teria chegado até aqui.

Correr é um esporte que gera um espírito de equipe bastante forte. Também foi durante o treino preparatório que entendi que eu não correria a maratona sozinha. Minhas equipes estiveram comigo durante todo o processo de treinamento e seguiram comigo como força motivadora durante toda a prova.

À primeira vista, a corrida pode parecer um esporte solitário, mas não se engane, correr é, na realidade, um esporte coletivo!

Sobre Larissa Sexton:

Larissa Sexton

Larissa ama viajar e correr. Ela já correu seis meia maratonas em cinco países diferentes.

***

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

adidas Runners Team adidas Runners é um movimento de corrida global que conecta corredores de rua com a mesma vibe em mais de 60 cidades ao redor do mundo. Ver todos os artigos de adidas Runners Team »