Mindfulness durante a corrida: flow, foco e atenção plena

Corredor praticando mindfulness durante a corrida

Imagine a cena: você correndo já por um tempo ao som da sua playlist maravilhosa, chegando perto dos últimos quilômetros na maior empolgação, sincronizando a batida com o ritmo da vitória que está por vir e de repente…. acaba a bateria, o celular morre. 

 😯

Nessas horas percebemos o quanto somos dependentes de distrações: tanto para curar o tédio quanto para terminar uma corrida. Embora não haja dúvida de que certos sons nos catapultam em direção à linha de chegada, perdemos os benefícios e a beleza da atenção plena enquanto eles nos distraem.

Correr conscientemente pode ser uma ótima maneira de nos reconectarmos com o nosso corpo, encontrar alegria nos momentos simples e apreciar onde estamos no momento dado. Certamente, praticar mindfulness durante a corrida cria uma experiência mais completa e feliz, baseada em foco e fluxo. 

o que é mindfulness?

Mindfulness, ou estado de atenção plena, é “um estado mental alcançado ao focalizar no agora, o momento em que estamos, no qual reconhecemos e aceitamos com tranquilidade os sentimentos, pensamentos e sensações corporais, sem pensar tanto no que já passou e no que há de vir. É usado como uma técnica terapêutica”. (1)

Praticar mindfulness para viver no momento presente ajuda a combater o estresse, a ansiedade e a insônia, além de trazer muitos outros benefícios.(2) Mindfulness não é nenhum bicho de sete cabeças, mas para conseguir atingir este estado é preciso de um pouco de paciência e prática; especialistas recomendam um programa de treino de oito semanas para quem deseja experimentar uma imersão completa no estado de atenção plena.

Apesar de algumas pesquisas demostrarem que Mindfulness não produz resultados significativos de desempenho(3), é inegável que os benefícios psicológicos e emocionais da prática são verdadeiros.

O que é flow?

O estado de flow, também conhecido como fluxo, caracteriza uma imersão. Especialistas descrevem o flow como um estado mental em que a pessoa, livre de distrações, está integralmente imersa e envolvida na atividade realizada. O sentimento produzido no estado de flow é de satisfação, em que a tarefa é executada sem esforço.(4)

Os corredores que atingem o estado de flow afirmam que alcançam o ápice do desempenho quando entram no fluxo: livres de distrações, eles conseguem focar mais no objetivo, sendo dominados pela sensação de alegria. Quem entra no flow durante a corrida diz que o desempenho melhora, a resistência e velocidade aumentam.(5) O estado de flow é alcançado através da prática de Mindfulness.

Runner at the beach

Mindfulness para aumentar a motivação

Praticar Mindfulness melhora a motivação intrínseca para participar da atividade física. A motivação intrínseca se refere à motivação para seu prazer pessoal.(6)

Um estudo observou que “as práticas de Mindulness e da aceitação facilitam a prevenção de recaídas naqueles que iniciaram com sucesso um regime de exercícios”.(7) Em outras palavras, praticar Mindfulness pode ajudar a atingir resoluções de Ano Novo e outros objetivos.

Minfulness nos ajuda a aceitar melhor o que acontece no nosso entorno. Isso facilita o reconhecimento de experiências negativas, e o melhor de tudo, a tratá-las com menos desespero.(8)

pratique mindfulness para melhorar a saúde física e mental

Praticar Mindfulness durante a corrida é uma ótima maneira de aceitar e dissipar desconfortos ou sentimentos negativos. Pois, quando um pensamento negativo surge enquanto você está correndo, ele pode afetar o desempenho.

Se você, enquanto está correndo (ou numa prova, por exemplo), de repente se lembra de algo que deveria ter feito e não fez, esse pensamento pode levar a uma pressão psicológica muitas vezes sufocante. E já que a maneira de abordar um fator de estresse desencadeia respostas emocionais, comportamentos relacionados ao desempenho são diretamente influenciados.(9)

A questão também é física: um estudo mostrou que estados meditativos podem ajudar a controlar as regiões cerebrais associadas à construção da experiência de dor, e assim aliviar a dor física.(10) Pois é: foi demonstrado que a prática de Mindfulness no processo de reabilitação facilita um início mais rápido dos resultados terapêuticos percebidos em corredores com dor patelofemoral, ou joelho de corredor.(11)

Group of runners at sunset

pratique mindfulness na próxima vez que correr

Em seu livro, Mindful Running: How Meditative Running Can Improve Performance and Make You a Happier, More Fulfilled Person, a jornalista de fitness Mackenzie L. Harvey esboça três passos para alcançar o estado de flow durante a corrida.

  1. Foque no corpo, na mente e no entorno, e comece a perceber quais pensamentos, sentimentos e sensações aparecem naquele momento.
  2. Entenda essa informação: avalie-se holisticamente para decidir se precisa fazer reajustes de comportamento.
  3. Seguindo esses passos, entramos no flow. Você se sente consciente, focado e contente.

Aqui estão algumas de nossas dicas para ajudar com foco e compreensão:

  1. Elimine distrações: desconecte-se ou ignore a tecnologia — pare de ouvir música, checar mensagens, horários, estatísticas no relógio ou celular —  e traga a mente para as sensações e outros aspectos da corrida (veja abaixo)
  2. Foque no ambiente: tente voltar a atenção para o entorno, especialmente quando estiver correndo na natureza.
  3. Foque na respiração: perceba os movimentos do corpo e mudanças na respiração. Encontre um ritmo respiratório e mergulhe nele. 
  4. Escaneie o corpo: preste atenção em coisas como os pés tocando o solo, a postura, a tensão (o corpo está tenso? Os ombros? O maxilar?). Porém, evite pensar sobre isso tudo de uma vez só. Vá por partes, faça uma âncora desse pensamento e volte para ele sempre que perceber que se distraiu.
  5. Devagar e sempre: Mindfulness é uma prática que deve ser construída, não é nada que se aprende de imediato. Comece com corridas curtas, experimente e não se sinta mal se sua mente vagar por aí muitas vezes no meio do caminho. Apenas traga a sua atenção de volta sempre que isso acontecer. O segredo é tentar perceber-se cada vez mais até tornar-se um hábito natural.

Group of runners at the ocean side

Outros benefícios de mindfulness  (neuroplasticidade)

Como dissemos no início, os benefícios da prática de Mindfulness são inúmeros. A prática da atenção plena nos dá a capacidade de reconhecer o nosso estado emocional atual e controlar melhor as reações do nosso corpo ao estresse.

No seu livro, Harvey descreve o termo “neuroplasticidade”. Ela diz: “Neuroplasticidade é a capacidade do cérebro de mudar de forma duradoura”.

Em outras palavras, nossas respostas à raiva e ao estresse não são fixas: com Mindfulness, podemos moldar as respostas no nosso cérebro e transformá-lo.

Um estudo com participantes de um treino de Mindfulness de oito semanas descobriu que Mindfulness está associada a mudanças na concentração de matéria cinzenta em regiões do cérebro envolvidas em processos de aprendizagem e memória, regulação emocional, processamento de autorreferência e tomada de perspectiva.(12)

vale a pena tentar

Deixe os fones de ouvido em casa na próxima vez que sair para correr e experimente! Adiquir a prática de Mindfulness leva um tempo: vai acontecer muitas vezes de você encontrar seus pensamentos à deriva no início. Lembre-se de checar aonde estão indo os pensamentos, tenha calma e paciência consigo mesmo, tente quantas vezes for necessário e bom divertimento!

***

 

 

 

 

 

 

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

adidas Runtastic Team Quer ser mais ativo? Emagrecer? Dormir melhor? A equipe do adidas Runtastic ensina os segredos para fazer você levantar do sofá e chegar aos seus objetivos. Ver todos os artigos de adidas Runtastic Team »