Adeus, pneus! 4 dicas para perder barriga com saúde

Woman working out

Seja por motivos de saúde, para reduzir os riscos de doenças(1) ou simplesmente para as roupas caírem melhor, perder barriga pode ser bem difícil. E a pior parte pode ser perder tempo usando a abordagem errada. Será que os exercícios para perder barriga são a melhor forma de secar e dar adeus aos pneuzinhos?

Mulher que quer perder barriga

A verdade sobre secar a barriga é

  • Perder gordura abdominal leva tempo e esforço contínuo.
  • A primeira medida deve ser melhorar a nutrição: só isso pode estabelecer a base para o emagrecimento. Isso vem antes de exercícios específicos para “fortalecer o abdômen”, que são secundários.

Evite focar nos pneuzinhos

Quem se fixa em um único “defeito” do corpo costuma optar por dietas radicais e exercícios inúteis. A pessoa investe muito esforço e espera com impaciência o desaparecimento dos “pneus”, mas isso pode não acontecer tão rápido quanto a expectativa. Isso causa frustração, e há quem simplesmente “chute o balde”, desistindo de tudo antes mesmo de começar a jornada.

mulher fazendo exercícios para perder a barriga

Uma abordagem mais recompensadora seria focar no corpo inteiro, porque a verdade é que não há exercícios especiais que façam os “pneus” desaparecerem. Nosso corpo é o veículo através do qual vivenciamos o dia a dia. Melhorar o estilo de vida nos deixa em melhor forma física geral. Isso traz felicidade, não só maior conforto na hora de entrar na calça jeans. Então, como chegar lá?

4 dicas para perder a barriga… e continuar sem ela por muito, muito tempo!

As dicas abaixo são priorizadas com base no impacto que elas trazem para eliminar a gordura abdominal. Isso significa que você pode incorporar uma de cada vez e começar pela primeira, pois, assim, o sucesso é mais garantido.

1. Cortar calorias (Com moderação e consistência)

A única forma de perder barriga (e manter a gordura abdominal longe do seu corpo por um bom tempo!) é colocar o corpo no “modo queima de gordura”.

O emagrecimento sustentável só é possível através de um déficit de calorias moderado e constante. Para garantir que você alcance este déficit moderado, será preciso calcular quantas calorias você queima (seu gasto total de energia) e quanto você come. Pense em consumir menos 300-500 calorias do que o gasto energético total. Confira nossas dicas sobre como começar a jornada do emagrecimento.

Homem fazendo dieta para perder barriga

Será que existe uma dieta específica recomendada para dar adeus aos pneus?

Não. Contanto que você consiga manter o déficit calórico sem comer pouco demais, está tudo nos conformes. Tente pensar da seguinte forma: “qual é a quantidade mínima de calorias que preciso cortar para ver resultados?” em vez de “a menor quantidade de calorias que preciso ingerir para simplesmente funcionar”. Veja uma opinião de especialista sobre dietas para saber tudo o que precisa a respeito e emagrecer!

Outras dicas para cortar calorias e perder barriga:

2. Consuma mais proteína e menos açúcar

A proteína sustenta a transformação do corpo

Proteínas são como os tijolos que formam nosso corpo, e exercem um papel fundamental quando estamos tentando alterar a composição corporal. E não tem a ver só com ganhar músculos, não. A proteína também é muito importante pare tentar perder gordura. Quem ingere proteínas em quantidade suficiente garante a manutenção da massa muscular.

Por que isso importa? Quanto mais músculos, maior a queima calórica em repouso, yeah! Além disso, as proteínas prolongam a sensação de saciedade. Eis aqui tudo o que você precisa saber sobre proteínas.

Mulher se alimentando de forma inteligente para perder barriga

O açúcar pode atrapalhar muito no emagrecimento

“Ah, mas eu não como nada doce”. Ora, ora, sabia que há açúcar escondido em alimentos que nem são doces? Quando consumimos esse açúcar que vem integrado aos alimentos industrializados (da mostarda ao molho de tomate, passando até por alimentos salgados!), nossas papilas gustativas ficam como que “viciadas” na substância.

Sabe aquela sensação, após as refeições, de que “agora cairia super bem um docinho”? É o hábito da sobremesa e, convenhamos: dificilmente você vai recorrer a uma banana madura para satisfazer esse desejo, apesar da banana ser natural e repleta de açúcar “bom”. E, depois de abrir o pacote de biscoito ou a barra de chocolate, pode ser difícil comer só um pouquinho e guardar. Esse tipo de alimento dificulta muito a meta principal, que é manter o déficit calórico. Considere a possibilidade de fazer um desafio de 30 dias sem açúcar e veja como a experiência vai transformar completamente sua perspectiva sobre a alimentação.

Para dar adeus aos pneus, preciso dar 100% adeus ao açúcar?

Na verdade, não. Emagrecer não requer medidas radicais nem extremos. Claro que você ainda poderá comer uma sobremesa “oficial” uma vez ou outra. O crucial é ter noção do tamanho das porções, e manter o déficit de calorias.

3. durma mais!

A importância do sono costuma ser subestimada quando o assunto é emagrecimento. Há diversos estudos e artigos que mencionam os benefícios do sono, mas nada é mais simples do que fazer a experiência você mesmo, certo? Em geral, não fazemos ideia da nossa carência de sono e, assim, ignoramos as consequências que isso tem em nosso apetite, nos desejos, no humor, na motivação…

Priorize dormir bem durante alguns dias e veja como isso afeta seus desejos e seu humor. Esta calculadora do sono ajuda a definir o horário ideal para acordar com base nos ciclos do sono.

4. Ajuste seu plano de treino

Só porque esta é a dica nº 4, não quer dizer que exercícios para perder a barriga não são importantes. Pelo contrário! Mas, por que então esta dica ficou por último? Porque é irracional esperar que a prática de exercícios compense hábitos alimentares ruins.

Se você ainda não tem um plano de treino, tá esperando o quê? Bora começar apostando alto? Que tal um plano de treino de bodyweight de 12 semanas que cria treinos personalizados para você fazer em casa?

Se você já tem um plano de treino, hora de avaliar a eficácia:

  • O plano baseia-se em exercícios para perder a barriga? Bem, fazer treinos somente com este foco não deveria ser sua principal prioridade. O foco deve ser treinos para o corpo inteiro, e acrescente exercícios extras para a região abdominal só se sobrar tempo.
  • Você treina menos de 3 vezes por semana? Tenha como meta fazer ao menos 3 treinos por semana.
  • Seus treinos são sempre iguais? Xô, monotonia! Seu plano de treino deve ser variado. O corpo se acostuma com o que faz sempre.

Dupla fazendo exercícios para perder a barriga e fortalecer o abdômen

  • Só realiza exercícios aeróbicos? Invista nos treinos de força, também! Vai alterar sua composição corporal mais rápido, formando músculos e queimando gordura.
  • Seu plano não inclui treinos de alta intensidade e/ou intervalados? Treinos “HIIT”, séries em estilo “Tabata” e corrida intervalada queimam gordura como poucas formas de exercício no mundo!

Respondeu “sim” a alguma das perguntas acima? Não se engane: você poderia estar queimando mais calorias e emagrecendo mais rápido do que está.

Lição para levar pra vida:

Exercícios especiais para perder barriga rápido são a melhor forma de queimar gordura abdominal? NÃO!

Por exemplo, exercícios voltados para as laterais do abdômen não queimarão a gordura depositada lá! É preciso manter um déficit calórico moderado para queimar gordura.

Os exercícios abdominais fazem diferença quando o assunto é perder barriga?

Bem, apesar dos exercícios abdominais não acelerarem o emagrecimento, claro que é favorável fortalecer a região abdominal! A parte central do corpo transfere força para o corpo todo, oferecendo sustentação e estabilizando a postura. Além disso, fazer exercícios abdominais fará com que você “descubra” seus abdominais! Muita gente só sente a barriga, mesmo, a gordura. E tem uma ideia de onde fica o estômago. Aprender a sentir os músculos abdominais vai transformar o modo como você se relaciona com o seu corpo, tornando você mais eficiente em todos os movimentos.

Resumindo:

Transforme seus hábitos alimentares, durma bastante, capriche nas proteínas, reduza o consumo de açúcar (o “óbvio” e o “escondido) e ajuste seu plano de treino. Se você fizer tudo isso, seu estilo de vida já estará se transformando. Você já ficará mais saudável bem antes de dar adeus aos pneus. Vamos lá!

***

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

Hana Medvesek Graduada em fisioterapia, Hana tem certeza absoluta de que movimento é um dos melhores remédios. Ela adora correr, levantar peso e testar receitas simples e saudáveis. Ver todos os artigos de Hana Medvesek »