Prevenir e tratar assaduras nas coxas, mamilo de corredor e muito mais

Pessoa correndo sob o sol

Quem pratica esportes conhece bem a sensação da roupa praticamente “lixar” a pele durante os treinos. Assaduras são causadas por… atrito! No caso da assadura entre as coxas, a causa é geralmente uma coxa roçando na outra. Já as assaduras nos mamilos, comumente chamadas de “mamilo de corredor”, ocorrem por causa do atrito entre os mamilos e a roupa.

Seja qual for a assadura que assola você, é um problema chatinho à beça, não é? Mas prevenir assaduras é simples. Este guia vai ajudar a evitar assaduras entre as coxas, mamilo de corredor, assaduras na virilha, nos glúteos e nas axilas. Vamos falar também sobre como curar assaduras.

Sente cãibras, também? Aprenda a se livrar dos espasmos musculares e cãibras.

Continue lendo para eliminar da sua vida o problema das assaduras!

Assadura na parte interior das coxas

Muita gente sofre este tipo de assadura durante a prática de exercícios. Pessoas com coxas mais avantajadas sofrerão com este problema muito mais que pessoas de coxas mais finas. E este tipo de assadura não tem nada a ver com sobrepeso, necessariamente, ok? Pessoas com coxas muito musculosas também sofrem de assaduras entre as coxas.

Como todas as assaduras, a umidade vinda do suor e o atrito causam assaduras entre as pernas. Durante exercícios aeróbicos, as coxas trabalham bastante, o que também significa que tendem a suar mais. Assim, caminhar e correr pode facilmente causar atrito na parte interna das coxas.

E tem mais: a parte interna da pele é sempre mais fina. A reduzida espessura da pele faz com que ela fique mais vulnerável às microfissuras causadas pelo atrito. Suor e bactérias penetram a pele fissurada e pioram ainda mais a assadura. Daí fica toda aquela vermelhidão na assadura entre as pernas.

Mulher correndo com calça para evitar atrito entre as pernas

Como tratar assaduras na parte interna das coxas?

Primeiramente, evitando-as: escolha roupas com boa aderência ao corpo. Investir em uma boa bermuda de corrida, dessas que ficam mais coladas ao corpo, pode proteger as coxas contra atrito. A ideia é ficar justinha mesmo (atenção: justa não significa apertada!), pois senão o próprio tecido da bermuda causa o atrito e a assadura. Pense em vestimentas de compressão. Nada de peças de algodão quando for praticar atividades físicas, ok? Esqueça o algodão na vida fitness.

Aplicar creme para assaduras na parte interior das coxas. Muita gente usa vaselina, mas vaselina pode manchar as roupas. Compre creme contra assaduras específicos para a prática esportiva, pois preserva também as roupas e acessórios esportivos. Ninguém gosta de perder roupas por manchas, certo?

“Mamilo de corredor”: assadura nos mamilos

Mamilos também sofrem assaduras: é o famoso “mamilo de corredor”, que pode causar consequências muito indesejáveis, inclusive sangramento! As camisas largas com estampas ou tops de corrida inadequados são geralmente os culpados. A pele do mamilo é delicada, e o atrito com a camiseta ou com o top vai “lixando” a pele. Em geral, este problema ocorre durante a corrida — por isso chamamos de “mamilo de corredor” —, mas pode acontecer durante caminhadas ou outros exercícios.

Mamilos feridos são mais comuns em clima frio porque os mamilos se contraem, ficam mais eretos e, assim, têm maior contato com a camisa ou top de corrida. O mamilo de corredor também ocorre bastante quando o tempo está quente e úmido, pois as roupas ficam encharcadas de suor.

Mulher com top da adidas fazendo um treino

Como tratar mamilo de corredor/assadura nos mamilos?

Vista roupas adequadas. Um top de corrida com bom suporte drena a umidade, evitando atrito desnecessário, além de criar uma boa barreira física contra a camisa. Use camisas e tops sem estampas na frente, pois a estampa se desloca. Opte por vestimentas de compressão. Busque usar tops ou camisas especificamente projetados para a atividade física que pretende realizar. NUNCA use roupas de algodão quando souber que vai suar.

Use protetores para os mamilos. Eles funcionam porque o mamilo terá contato apenas com o protetor, e o top ou camiseta ficarão por cima do protetor, impedindo o contato direto com o mamilo. Há quem use esparadrapo e há quem recorra a produtos especificamente projetados para fins esportivos. Adesivos esportivos para a prevenção de mamilo de corredor são a opção ideal, pois permanecerão no lugar e não descolarão mesmo se você suar muito.

Use pomada contra assaduras. Este tipo de pomada lubrifica o mamilo para que os tecidos deslizem sobre ele, em vez de lentamente “lixá-lo” com o atrito.

Mas, com o tempo, a pomada para assaduras vai saindo.

É por isso que, em algumas provas, você vê pontos onde as pessoas podem reaplicar a pomada contra assaduras, principalmente em eventos de corrida como maratonas. A corrida é simplesmente longa demais para o creme contra assaduras permanecer na pele, então as pessoas reaplicam várias vezes durante o percurso da prova. Você também pode fazer isso nas suas corridas de treino ou no ciclismo! Leve com você pequenas quantidades (pequenos potinhos) de pomada contra assaduras no bolso ou na mochila de hidratação.

Confira este checklist de equipamentos e acessórios de corrida e nunca mais esqueça um item essencial!

Assaduras na virilha

Assaduras na virilha acontecem muito porque a pele é bem sensível nesta área e virilha sua bastante durante os treinos. Há muitas dobras de pele nesta região, também, onde ocorre atrito com o tecido das roupas, inclusive as roupas íntimas. Fora isso, dependendo da roupa, ela “vai entrando” e se embolando na região da virilha, e aí é muito provável desenvolver uma assadura.

Muita gente sofre com assaduras na virilha. É super desconfortável. Talvez dê até um pouco de vergonha falar sobre o assunto, mas… desencana! Isso só acontece porque você é atleta e arrasa.

Como evitar assaduras na virilha?

Não raspe os pelos da virilha. Pode parecer contraintuitivo, mas os pelos pubianos criam uma barreira protetora. Assim, a roupa faz atrito com os pelos, e não com a pele.

Raspar esta área do corpo expõe a pele à foliculite (folículos capilares infeccionados). Isso acontece porque, quando você raspa os pelos, você “abre” a pele. Se você é uma pessoa ativa e sua bastante nesta área, as bactérias penetram diretamente na pele, causando assaduras desconfortáveis na virilha e inclusive infecção bacteriana.

Opte por roupas íntimas que não sejam de algodão. Há tecidos sintéticos fabricados justamente para um bom desempenho nos esportes que são opções seguras para roupas íntimas, pois puxam o suor para longe da pele. Alguns shorts de corrida vêm com revestimentos respiráveis que evitam o acúmulo de suor. Quanto à sua calcinha ou cueca, veja se este item do vestuário não está causando assaduras na parte interna da coxa ou onde as pernas encontram o púbis.

Use pomada contra assaduras. Aplique pomada contra assaduras na parte em que as pernas encontram o púbis e na parte de dentro das coxas. Use o creme na área do púbis caso a assadura se encontre ali. Pomadas contra assaduras são essenciais para esta área porque há pomadas específicas para a prática de esportes que contêm ingredientes antibacterianos. Isso ajudará a combater infecções bacterianas na área da virilha.

Suou bastante durante o treino e gostaria de saber como se hidratar? Experimente estas receitas alternativas para bebidas esportivas!

Tronco e pernas de corredor

Assaduras nas nádegas

Assaduras nas nádegas é algo muito comum e não há nada de que se envergonhar. Normalmente, quando ocorre uma assadura no bumbum, é entre as nádegas e o ânus. Trata-se de uma área bem úmida que sofre bastante atrito no movimento da corrida, e o contato “pele a pele” é inevitável.

Como prevenir assaduras nas nádegas?

Use boas roupas íntimas. Fora isso, shorts de corrida apertados demais não permitem que as nádegas “respirem” durante o exercício. Atenção: se as roupas íntimas estiverem pequenas para seu corpo, elas “ficam entrando” e provocam assaduras. Calcinhas ou cuecas largas demais também são problemáticas, pois o tecido vai se embolando, o que favorece o surgimento de assaduras.

Use pomada contra assaduras. A sensação pode ser esquisita no começo, mas experimente. Aplique a pomada contra assaduras na parte interna das nádegas, justamente onde ocorre o atrito.

Quer glúteos maiores? Experimente estes treinos para tonificar os glúteos!

Assadura nas axilas

As assaduras nas axilas acontecem porque a pele na parte de baixo do braço é muito fina e sensível. O movimento dos braços provoca o atrito que pode causar assaduras durante a corrida ou caminhada. Além disso, esta parte do corpo não fica muito arejada, em geral.

Como evitar assaduras nas axilas?

Evite raspar as axilas. Depois que você raspa, aqueles pelinhos que vão crescendo agem como uma lixa na pele. É uma situação parecida com a da assadura na virilha: quando raspamos essa área, a pele fica mais exposta e propícia a infecções bacterianas.

Use roupas específicas para a praticar esportes. Use top de corrida para correr e top de ciclismo para pedalar. A mesma coisa vale para camisetas. A roupa certa puxa o suor para longe da pele e permite que a área fique mais arejada. Isso ajuda a manter as axilas mais secas.

Use pomada contra assaduras. Se as assaduras aparecerem mesmo assim, lubrifique a área com pomada contra assaduras específica para a prática de esportes.

Como curar assaduras?

Você seguiu todas as dicas para evitá-las, mas as assaduras continuam aparecendo?

Há um processo de 5 etapas para curar assaduras.

  1. Limpe a área. Use sabão para peles sensíveis e lave suavemente a área afetada. Pode doer um pouco — coragem!
  2. Hidrate a área. Evite produtos que tampem os poros.
  3. Use roupas largas na região da assadura, permitindo que a pele respire o máximo possível. Entretanto, cuidado para não vestir uma roupa que “fique entrando” ou embolando e piore a assadura.
  4. Permita que a pele se cure ao longo de alguns poucos dias.
  5. Enquanto isso, procure obter roupas e acessórios apropriados para que a assadura não se repita!

Você curte saber mais sobre lesões? Veja este guia para evitar bolhas!

adidas Running banner

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO