O que fazer primeiro: cardio ou musculação?

Man looking at his phone before working out

O treino de força deve ser feito antes ou após correr?

Será que a ordem afeta o resultado, ou é irrelevante para o sucesso dos seus treinos?

Bem, como quase tudo na vida, essas perguntas não podem ser respondidas com um simples “sim” ou “não”. Tudo vai depender da meta que você colocou para os seus treinos. Quer entender melhor? Leia abaixo!

Woman writing on a chalk board

1. Sua meta é perder peso

Neste caso, recomenda-se fazer o treino de força antes da corrida de resistência, a fim de esvaziar previamente os estoques de carboidrato. A ideia aqui é que, ao correr, seu corpo seja forçado a puxar energia diretamente da gordura, e não dos carboidratos. Mas essa estratégia tem uma ressalva: é impossível terminar uma corrida de longa distância com intensidade alta se os estoques de carboidrato estiverem vazios. É verdade que uma percentagem maior de gordura será queimada para obter energia, mas, por outro lado, a queima de calorias será relativamente baixa por causa da baixa intensidade do treino.

Man getting ready to run

Quando a meta é perder peso, ter um saldo negativo de energia é fundamental: quem queima mais calorias do que consome, perde peso. No fim das contas, o que importa é quantas calorias são queimadas no total durante o treino. Distribua os treinos ao longo de vários dias. Distribuindo os treinos, você vai conseguir se exercitar em intensidade elevada e queimar muitas calorias, sem negar ao corpo o tempo que ele precisa para se recuperar entre um treino e outro.

Quem queima mais calorias do que consome, perde peso.

2. Sua meta é ganhar músculos e força

Se a meta for ganhar músculos e/ou elevar sua força máxima, então: o treino de força vem antes do treino de resistência. Nunca invista em um treino pesado para ganho de força quando os músculos já estiverem sob fadiga. Será impossível treinar na intensidade necessária para chegar ao estímulo ideal.

Durante os treinos para desenvolvimento de músculos e de força, será necessário levantar pesos bem pesados, mas a fadiga muscular eleva o risco de lesões. Com músculos previamente cansados, a coordenação motora será prejudicada e os músculos estabilizadores ficarão enfraquecidos.

Man with a sixpack

E tem mais: nem sempre é uma boa ideia acrescentar uma corrida de resistência após uma sessão de treino de força. Neste caso, correr pode afetar o processo de ganho muscular. O corpo precisa de muita recuperação para reparar o processo e reconstruir o tecido muscular.

A fadiga muscular eleva o risco de lesões.

3. Sua meta é melhorar a resistência na corrida

Se a meta for ganhar resistência, então corra antes do treino de força. Para alcançar um estímulo eficaz durante o treino, os músculos precisam estar descansados antes de corridas longas e/ou intensas.

Man tying his shoes

Músculos cansados antes da corrida geram impacto negativo para a economia de movimento e para a técnica da corrida. Isso pode causar tensão e lesões por overuse (uso excessivo) nas articulações e músculos.

Fez um treino de força e bateu aquele desejo forte de dar uma corrida? Então corra uma distância curta e em baixa intensidade, mantendo-se na zona básica de resistência.

4. Sua meta é melhorar a boa forma em geral

Neste caso, a ordem dos fatores não altera o produto: exercícios aeróbicos e treino de força podem vir em qualquer ordem. Ainda assim, defina uma meta específica para cada treino. Desta forma, você obterá o benefício máximo de cada treino.

Ainda assim, defina uma meta específica para cada treino.

Em resumo:

Geralmente, não é recomendável emendar um tipo de treino no outro. Para melhores resultados, permita ao corpo o tempo de recuperação necessário, seja após o treino de força ou o de resistência. Mas se, mesmo assim, você quiser combinar um treino de força com um treino de resistência, então pense bem na sua meta e siga a ordem recomendada.

Confira este vídeo para receber uma explicação detalhada sobre como definir seu cronograma de treinos para alcançar os melhores resultados possíveis.

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

Herwig Natmessnig Ex-atleta profissional, Herwig "respira" fitness. Seja para competir ou se divertir, se pintar um desafio esportivo, ele tá dentro! Ver todos os artigos de Herwig Natmessnig »

Leave a Reply