Dicas de segurança para corredores: como ajudar na segurança de todos?

Homem correndo em uma garagem no fim da tarde

Comecemos com a dura realidade: ficar em segurança, seja na hora de correr ou na vida em geral, não é algo que podemos controlar 100%. Mas podemos adotar pequenas mudanças comportamentais e, neste sentido, garantir a própria segurança e a dos outros depende, sim, de nós.

Correr solitariamente à noite ou correr em certas regiões da sua cidade pode ser um perigo para qualquer pessoa, independentemente do biotipo físico. Entretanto, pesquisas indicam que as mulheres são bem mais propensas a sofrer violência por conta de questões de gênero. Uma em cada três mulheres são vítimas de violência física ou sexual ao longo da vida.(1) Confira dicas para aprimorar suas rotinas de segurança. Temos conselhos práticos também para intervir sempre que vir alguém precisando de ajuda.

Mulher correndo sozinha pela cidade

5 dicas de segurança para corredores

1. Correr durante o dia
Tente programar as corridas para quando o dia estiver claro. De manhã cedinho ou à noitinha são os melhores horários, pois, assim, você escapa do calor e evita exposição excessiva ao sol. Se não conseguir encaixar sua corrida durante o dia, experimente usar uma lanterna de cabeça. Além de iluminar o chão, você ficará mais visível para as outras pessoas e enxergará melhor o que está ao seu redor.

2. Olhar e ouvidos atentos
Sabemos que a música pode motivar muito sua corrida, mas usar fones de ouvido torna impossível você ouvir alguém ou algo se aproximando. Correndo sem fone de ouvido, o cérebro registra os ruídos ao redor e determina a reação: é uma pessoa? Animal feroz? Veículo inesperado?

3. Mude a rota
Seja imprevisível! Nada de ser aquela pessoa que, religiosamente, passa no mesmo lugar e horário dia após dia. Dê uma variada nas rotas: isso aumenta a segurança e também garante mais variedade para os treinos. Xô, rotina! Que tal, um dia, dar um tempo no asfalto e ir correr em uma trilha

4. Leve o telefone celular
Hoje em dia, existe uma série de acessórios compatíveis com o adidas Running mas, se estiver de noite ou se a segurança for uma preocupação para você por qualquer motivo, leve seu celular carregado para a rua. Às vezes, ele será útil para ligar para alguém e pedir alguma ajuda, seja para você ou para outra pessoa que precise de auxílio.

5. Use a função AO VIVO do app adidas Running
Conecte-se com seus amigos no aplicativo adidas Running e use a função de rastreamento AO VIVO, pois, assim, seus amigos veem em tempo real exatamente onde você está. Se você estiver sentindo insegurança sobre alguma corrida, peça a alguém que fique de olho no seu rastreamento por GPS e informe a hora que pretende chegar em casa.

Mulher correndo sozinha no fim da tarde

Pedimos a nossos seguidores no Instagram que compartilhassem ideias sobre segurança conosco. Eis o que aprendemos: dos mais de 1000 usuários que participaram da pesquisa, 64,7% disseram ter temido pela própria segurança ao menos uma vez durante a corrida. As maiores preocupações relativas à segurança são cachorros, veículos e assaltos e episódios de assédio ou cantadas dos homens.

Participe da conversa: como colaborar?

A conversa sobre segurança precisa mudar. Quando o assunto é cuidar da própria segurança, há apenas um mínimo que podemos fazer. Seguir as dicas de segurança propostas acima reduzem o risco de episódios desagradáveis, mas não elimina. É hora de todo mundo arregaçar as mangas e buscar proatividade no sentido de garantir a segurança de todo mundo.

Digamos que você esteja correndo e veja alguém sendo assediado ou até assaltado. Você saberia como intervir? Teria a confiança para intervir?  Confira algumas opções de ação para testemunhas de episódios de assédio e violência propostas pelo Hollaback, um movimento global que visa eliminar todo tipo de assédio:

5 formas de agir

1. Distrair
Cause uma distração para que a vítima se sinta menos “alvo” da ação. Ex.: finja que conhece a pessoa, grite para ela, peça orientações sobre como chegar a determinado lugar…

2. Delegar
Peça a uma terceira pessoa que esteja por ali que aja segundo instruções específicas ou que ligue pedindo ajuda.

3. Documentar
Tente filmar a ação e registre hora e local.

4. Ficar e conversar
Não vá embora. Não continue simplesmente a correr. Fique por perto e converse com a vítima para ver se a pessoa precisa de ajuda.

5. Dar ordens
Se puder, fale diretamente com o assediador dando ordens diretas: “solte o braço dela”, “pare de segui-lo”, etc. Assim, tanto a vítima quanto o malfeitor saberão que você captou o que ocorria.

Homem se recuperando após correr na rua

Segurança na corrida para todo mundo

Não importa quem você seja, sua aparência física ou onde você corre: é muito importante que todo mundo aja para promover a segurança na corrida. Faça tudo o que puder para se manter em segurança e busque usar as estratégias acima para intervir se alguém estiver precisando de ajuda.

O mais bonito da corrida é que realmente é um esporte que não exige muitos equipamentos ou acessórios. Todos que têm a capacidade física para correr deveriam se sentir em segurança para sair e correr. Mantenha olhos e ouvidos abertos, saia livre e corra.

adidas running download banner

***

 

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

Emily Lemon Formada em Tradução e Literatura, Emily utiliza sua perspectiva de cidadã global para focar na articulação de processos eficientes de comunicação intercultural. Ver todos os artigos de Emily Lemon »