SEXO ANTES DA COMPETIÇÃO: BOM OU RUIM PARA O DESEMPENHO?

Transar antes de uma prova esportiva é um tema comum entre atletas: alguns dizem que a abstenção antes de uma corrida estimula o desempenho, outros, mais modernos, dizem que não é bem assim…

Até a ciência já tratou de investigar o assunto: qual é a verdadeira relação entre sexo e desempenho atlético? Sexo antes de competir ajuda ou atrapalha? 

Prós e contras: sexo antes da prova de corrida

Por que algumas pessoas têm a prática como um sagrado ritual para vencer e outras não? Vamos aos argumentos:

Por que não transar antes da competição

Treinadores e atletas do time dos que usam a cama apenas para dormir antes de uma competição geralmente citam pelo menos uma das seguintes razões:

  • Os níveis de testosterona são mais altos em homens e mulheres quando eles se abstêm de sexo.
  • Esses níveis mais altos de testosterona aumentam a confiança e o desempenho durante a prova.
  • Os músculos das pernas e do quadril ficam mais fracos após o sexo.
  • A concentração diminui após o sexo, a abstenção evita a neblina cerebral.

Por que transar antes da competição

Por outro lado, o pessoal do time que diz se beneficiar do poder do sexo antes da prova argumenta que:

  • Sexo antes de uma corrida ajuda a relaxar física e mentalmente.
  • Sexo antes do esporte pode diminuir os hormônios de luta ou fuga, especialmente o cortisol.
  • Sexo antes da prova alivia os músculos tensos e apertados, melhorando a agilidade.
  • Sexo antes de competir ajuda a focar no agora, aumentando a atenção plena.

Quais são os verdadeiros benefícios? Bem, alerta spoiler: ambos os lados estão, na verdade, meio corretos.

O problema dos estudos sexuais

Múltiplos estudos, feitos com atletas voluntários, tentam explicar o efeito do sexo antes da competição. Os resultados são interessantes, porém há uma grande questão: o que significa transar?

Quanto tempo dura? Qual é o nível de esforço? E a masturbação? Influencia os resultados tanto quanto o sexo? A dificuldade em definir o que é o sexo complica um pouco a investigação. 

Infelizmente, não existe uma maneira verdadeiramente científica de estudar essa questão. Não se pode forçar os atletas a levar a mesma quantidade de tempo ou garantir o mesmo nível de intensidade durante a prática sexual. O melhor que se pode fazer é olhar o todo e tentar determinar uma média, e foi exatamente isso que os tais estudos fizeram.

Sexo antes de competir? O que os estudos dizem

As meta-análises concluíram que…

É possível transar sem prejudicar o desempenho:

Se você transar pelo menos 10 horas antes do grande evento, não está tentando estabelecer um novo recorde mundial em resistência sexual e consegue ter uma noite inteira de sono. Nesse caso, não se preocupe! [1] [2] [4]

A crença sobre a abstinência aumentar os níveis de testosterona é falsa. Na verdade, o que realmente acontece é o oposto.[1] [2] Alguns dos estudos mostraram que os níveis de testosterona eram elevados em homens e mulheres devido às relações sexuais. A pergunta sobre sexo e testosterona tem uma resposta equivalente à da questão da galinha e do ovo: o sexo vem primeiro.

O time pró-sexo antes do esporte também estava correto quando disse que o sexo ajuda com o humor, foco e atenção plena. SIM, sexo antes da competição relaxa e acalma. [3]

Sexo antes da competição: pense duas vezes

No entanto, quanto mais perto você estiver da competição e quanto mais intenso for o desempenho sexual antes disso, maior será a probabilidade de você se cansar. Por que fazer um exercício extenuante antes de outro exercício ainda mais extenuante?

O grupo dos sexo-não tinha razão aqui: estudos revelam que ter uma relação sexual apenas algumas horas antes da competição pode realmente afetar seu desempenho atlético, especificamente na parte inferior do corpo. Galera do corre, atenção! [1] [2]

Na dúvida:  um solo

Se considerarmos a masturbação uma atividade sexual passiva, em vez de mais um treino de duas horas, uma sessão curta consigo mesmo e de baixa intensidade pode ser uma boa solução para diminuir o nervosismo, acalmar, voltar para o momento presente e relaxar um pouco antes de um jogo. 

É uma boa solução para encher o corpo de reações químicas positivas, sem ter que se preocupar com a carga de esforço durante a atividade.[1]

Conclusão: Sexo antes de uma prova prejudica o desempenho?

Os estudos deixaram claro que o clímax em si não afeta o desempenho atlético. Mas sim, a intensidade dos movimentos físicos associados às relações sexuais. Além disso, o momento do ato faz uma enorme diferença.

Os principais pontos de partida para os atletas são simples: 

  • Deixar as posições do kama sutra para a baixa temporada.
  • Focar no sexo divertido e fácil, sem tentar desafiar a própria resistência.
  • Fazer sexo o mais tardar 10 horas antes da hora do show.

Seguir estas dicas pode ajudar a acordar em forma no dia de uma competição. Mas, se quiser ter certeza de que está treinando para atingir seus objetivos, monitore suas atividades ao longo do tempo registrando-as e comparando resultados com o  app adidas Running!

***

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

David Sautter David J. Sautter ama escrever e é um personal trainer certificado pela NASM (Academia Nacional de Medicina Esportiva - EUA). Também é especialista em nutrição e condicionamento esportivo. Redator de mais de dezenas de artigos para blogs e e-books, treinos guiados e cursos online, cobriu diversos tópicos relacionados a saúde e fitness. Quando tem um tempo livre, David gosta de escrever sobre como se manter em forma quando for viajar para o exterior: este é o tema de seu blog FitnessWanders.com Ver todos os artigos de David Sautter