Treinar de ressaca? 4 dicas para treinar após uma noite de festa

Dor de cabeça, náusea, tontura e batimento cardíaco rápido são apenas alguns dos efeitos indesejados da ingestão excessiva de álcool. 

É claro que a melhor dica para curar uma ressaca é não exagerar no consumo de bebida alcoólica em primeiro lugar. Mas, o que fazer quando já é tarde demais? 😉

Bom, exercitar-se de leve na manhã seguinte pode ajudar a aliviar ou até mesmo eliminar alguns efeitos colaterais desagradáveis de uma ressaca. Sabemos que fazer exercício físico de ressaca pode ser um tanto quanto difícil, por isso, explicamos a seguir o que fazer e como treinar para sentir-se melhor e não piorar a situação.

1. Recupere o Líquido e minerais perdidos

O álcool que você consumiu roubou de seu corpo líquido e minerais importantes.(1) Quando você se exercita, o corpo precisa de ainda mais líquido para se resfriar e manter processos metabólicos vitais, e os seus músculos e sistema cardiovascular dependem de minerais essenciais para funcionarem bem.

Por isso é importante reabastecer antes de começar a treinar. Aqui, a melhor coisa que se pode fazer é encher o corpo de minerais ainda antes de dormir. Você pode fazer isso comendo frutas, tomando água, magnésio, cálcio e comprimidos de potássio.

Caso não tenha sido possível 😉 …

Comece o dia bebendo muita água, chá ou um copo de água quente com limão e gengibre para recuperar os líquidos e minerais perdidos na noite anterior.

2. Ative a circulação sanguínea

O processo de desintoxicação é desgastante para o sistema cardiovascular. É justamente por isso que o exercício pela manhã às vezes se torna uma atividade impensável. Mesmo assim, é importante estimular a circulação sanguínea.

Uma boa maneira de fazer o sangue circular é tomar um banho morno ou frio. As chuveiradas de contraste (alternando entre água quente e fria) também podem fazer maravilhas. Depois de uma dessas, o corpo estará mais “acordado”, você se sentirá melhor e não sobrecarregará tanto o metabolismo quando treinar.

3. Tênis no pé e RUA

Obviamente, uma noite agitada com muito álcool não é o ponto de partida ideal para bater um novo recorde de corrida no dia seguinte. No entanto, sair para uma corrida leve e curta pela manhã, para suar o álcool, pode acelerar o processo de desintoxicação e ajudar o corpo a recuperar-se mais rápido.

Tenha cuidado: o exercício físico ativa o metabolismo, o que significa que ele inundará o seu sistema com as toxinas contidas no álcool. A curto prazo, isto pode piorar a ressaca. No entanto, estimular a circulação sanguínea e respirar um pouco de ar fresco vai melhorar o seu bem-estar geral.

Mas, ainda é possível treinar para melhorar o desempenho quando estiver de ressaca? Infelizmente, a resposta é não. Sob as condições de uma ressaca, é quase impossível alcançar qualquer efeito de treino ou ganho de desempenho. No momento da ressaca, o corpo está muito ocupado metabolizando o álcool consumido na noite anterior.

O que é a ressaca?

Náusea, dor de cabeça e tontura: estes sintomas são causados pelo próprio álcool e pelas toxinas liberadas no processo de decomposição do álcool. Além disso, o álcool estimula os rins a excretar mais urina, o que leva à desidratação. Esta perda de líquidos tira do corpo alguns minerais essenciais e eletrólitos e, assim, interfere em processos metabólicos importantes.

Você quer melhorar o seu desempenho, mas gosta de beber? Entenda por que o álcool e a boa forma física não são uma grande equipe de sucesso:

O álcool contém muitas calorias

O álcool é uma fonte muitas vezes subestimada de calorias: 1 g de álcool = 7 calorias. Para comparar, considere que os carboidratos e as proteínas contêm 4 calorias/g, e a gordura, 9 calorias/g. Isto significa que meio litro de cerveja tem mais de 200 calorias.

Uma piña colada tem quase 400 calorias devido ao creme. Para treinar essa quantidade de calorias para fora do seu sistema, é preciso correr por cerca de uma hora.

Além disso, as pessoas tendem a comer alimentos altamente calóricos quando bebem álcool. Como o fígado está ocupado metabolizando o álcool (com a ajuda do conjunto de enzimas “álcool Desidrogenase”), as calorias extras acabam armazenadas nas células de gordura. O resultado é um indesejado aumento de peso.

O US Center for Disease Control recomenda a consumir bebidas alcoólicas com moderação:

  • 1 drink ou menos por dia para mulheres.
  • 2 drinks ou menos por dia para homens.

O consumo diário de álcool não é aconselhável. Mesmo o consumo moderado aumenta o risco de cirrose do fígado e de certos tipos de câncer. (2)

O álcool retarda a recuperação

Beber uma cerveja após treinar não é uma boa recompensa para o corpo. O álcool retarda o processo de restauração dos estoques de glicogênio (reservas de carboidratos). Isto tem um impacto negativo na recuperação corporal após a prática exercício físico intenso.(3)

O Álcool desidrata o corpo

As bebidas alcoólicas aumentam a excreção de água através dos rins.(4) Sais valiosos são perdidos devido a esta maior necessidade de urinar. Isto pode realmente causar estragos no equilíbrio mineral e aumentar a probabilidade de cãibras musculares.

Dica: para cada copo de vinho que beber, beba um copo de água. Ou beba spritzer de vinho (vinho branco misturado com água com gás).

O Álcool atrapalha o sono

O consumo excessivo de álcool tem um impacto negativo na qualidade e quantidade do sono.(5) Dormir bem é essencial para os atletas que estão tentando melhorar o desempenho: é o sono que dá o tempo e as condições necessárias para o corpo se regenerar e desenvolver os estímulos do treino.

Quer dormir melhor?

Nossa calculadora do sono mostra quando você deve dormir para acordar com energia!

O álcool enfraquece o sistema imunológico

Você está sempre doente? Saiba que o consumo regular de álcool pode enfraquecer o sistema imunológico.(6)

Além disso, ele estimula a liberação do cortisol, o hormônio do estresse. Agindo de forma oposta à testosterona, o cortisol “desfaz” o músculo e inibe a queima de tecido gorduroso. O álcool também bloqueia a liberação dos hormônios de crescimento. Estes são particularmente importantes para a recuperação após um exercício, para queimar gordura e aumentar a massa muscular.(7)

Todos esses fatores fazem o desempenho cair. Você já experimentou tomar uma cerveja não alcoólica? É uma boa alternativa e uma bebida eletrolítica perfeita para tomar depois de um treino duro. A maioria das cervejas sem álcool são isotônicas, o que as torna ideais para repor os eletrólitos e fluidos perdidos.

Conclusão

O consumo de bebidas alcoólicas é uma forma comum de relaxar e descontrair, porém, o álcool deve ser apreciado com moderação. Se o seu objetivo é aumentar o desempenho e obter grandes resultados do treino, você deve se abster totalmente do álcool.

Se exagerar uma vez ou outra, o exercício físico leve pode até ajudar a curar uma ressaca. Mas não tem milagre: uma corrida matinal não resolve uma ressaca, mas sim, com certeza ajuda a agilizar o processo de recuperação. Beba com moderação e bom treino!

***

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

adidas Runtastic Team Quer ser mais ativo? Emagrecer? Dormir melhor? A equipe do adidas Runtastic ensina os segredos para fazer você levantar do sofá e chegar aos seus objetivos. Ver todos os artigos de adidas Runtastic Team