Treine como… você! Ache motivação interna para treinar e encontre a sua força

Descubre tu motivación con los retos Train like you

Toda pessoa é única, singular. Cada ser humano tem sua própria história de vida… inclusive no tocante à trajetória fitness! Independente da sua fonte de motivação ou tipo de atividade física favorito, nada de se comparar com outras pessoas: o que importa é o que faz VOCÊ se sentir bem, na alma e no corpo.

Treine como você, E… VENÇA!

A campanha “Treine como você” foi criada para ajudar a pessoa mais importante do mundo (*você*) a alavancar sua motivação interna para treinar e entrar em forma no seu próprio ritmo. Entre no desafio “Treine como atleta” nos apps adidas Running e adidas Training. Convide a galera e, juntos, descubram como é divertido competir em grupo!

Vão rolar quatro treinos em destaque (um deles é o “Treine como quem corre”) e dois treinos guiados que vão turbinar as coisas para o seu lado.

Tá, e como eu participo dos desafios e treinos? 

Teremos 3 desafios rolando entre 20 de julho e 23 de agosto. O que você precisa fazer?

  1. Baixe os apps adidas Training e/ou adidas Running no seu celular.
  2. Abra o app adidas Running e, na parte de baixo da tela, clique na aba “Comunidade” ou, no app adidas Training, clique na aba “Progresso”.
  3. Role a tela e, na parte destinada aos desafios, você encontrará os desafios “Treine como atleta”, “Treine como na trilha” e “Treine como você” (não se preocupe se não estiverem todos lá de uma só vez: volte sempre no app que você encontrará tudo lá!) Clique no desafio escolhido e… aceite o desafio!
  4. Nesta mesma tela, você vai ver todas as atividades que estão valendo para o desafio. Nem todas você vai realizar utilizando o app, então lembre de registrar manualmente toda atividade física que praticar nos apps adidas Training ou adidas Running.

O foco é a motivação: se empenhe e, no fim, você vai ver como é um arraso… treinar como você! Para facilitar, vamos oferecer treinos em destaque. Experimente! Além deles, já temos vários planos de treino prontos e sempre disponíveis, esperando só você com a sua motivação.

Mas, cadê esses treinos guiados ou em destaque? Fácil: clique na aba “Treinos” no aplicativo adidas Training.

Anda em busca de motivação para treinar? Entrevistamos três mulheres de muita garra que participam do adidas Runners de Viena e que são totalmente diferentes uma da outra. Elas nos contaram de onde tiram a motivação para se empenharem o máximo (im)possível nos treinos. Confira abaixo. Nossas histórias pessoais são diferentes, mas é nas confluências que encontramos forças para nos melhorarmos coletivamente!

Conheça nossas atletas

1. Nasim 

Nasim dá dicas de motivação para aceitar o desafio

Ela já “chega chegando”: é só Nasim entrar na sala que contagia todo mundo! Pura energia e entusiasmo, Nasim foi à entrevista com sua irmã, com quem compartilha a vida e as histórias: elas terminam a frase uma da outra e celebram as vitórias conquistadas! Nasim é corredora da equipe adidas Runners, além de embaixadora da adidas Runtastic. Sua principal fonte de inspiração e motivação para treinar é justamente sua irmã, Sajeh, que é nada menos que capitã adidas Runners.

O lema de Nasim é: “Uma pessoa pode conquistar o que quiser, se quiser DE VERDADE”. Na vida, há quem a critique por ser “diferente demais, barulhenta demais”. E a patrulha do corpo alheio também tentou diminuí-la, dizendo que não tem o biotipo certo para a corrida. Entretanto, em vez de se deixar abalar por comentários negativos, Nasim usa tudo isso para ficar mais forte.

Eis que chegou o dia em que Nasim foi diagnosticada com tireoidite de Hashimoto, uma doença autoimune que prejudica a tireoide. Esta doença acomete 9x mais mulheres que homens. A maioria das pessoas que tem tireoidite de Hashimoto evolui para hipotireoidismo. Em vez de se deixar abater, Nasim provou que tem garra e tomou uma decisão: “Quero ser saudável e quero ficar em forma. Quero manter essa doença sob controle”. Com o apoio de sua irmã, ela mexeu na dieta e prometeu para si mesma que sempre faria um esforço ativo para se manter forte e saudável.

2. Cat

Cat achou motivação para correr após uma hérnia de disco

Magra, não muito alta e um cabelo preto lustroso que vai quase até os joelhos, Cat adentrou o escritório de forma graciosa, inspecionando o ambiente com o olhar.  Primeiro, foi ela que nos entrevistou, pois chegou cheia de perguntas. Depois, compartilhou algumas facetas de sua vida. Cat sempre foi miúda: desde criança, ganhar peso ou músculos sempre foi uma dificuldade. O resultado? Ela se sentia invisível, ignorada e teve problemas de autoestima. Aos vinte-e-poucos anos, Cat descobriu uma verdadeira paixão por dançar. Mas não qualquer tipo de dança: hip-hop, freestyle e house são seus ritmos favoritos, e, embalada no ritmo da dança, acabou indo parar em Nova York. Com a dança, Cat começou a conhecer melhor o próprio corpo e viu como era forte! Com isso, a autoconfiança foi crescendo… junto com os músculos!

Mas eis que “o disco arranhou”: Cat teve uma hérnia de disco e percebeu que, além de dançar, precisaria fazer outras atividades físicas para se manter em forma. Foi aí que ela descobriu a corrida! Hoje, Cat sabe que a corrida é o alicerce da dança. Fora isso, ela também pratica yoga, o que ajuda no controle da respiração.

Toda mulher forte quer que todas as outras mulheres fiquem mais fortes, e Cat não é diferente: “Mesmo que alguém diga que você é fraca ou magra demais, não se deixe abalar: você é mais forte do que pensa!”

3. Lolu

Lolu descobriu no grupo a motivação para treinar corrida

A última a chegar na entrevista foi Lolu. Antes dela, entretanto, chegou sua gargalhada, que conseguimos ouvir de longe! Ela conta suas histórias salpicadas com piadas que cativam todo mundo. “Pé no chão”, Lolu tem um magnetismo muito grande: é super fácil imaginá-la no palco junto ao grupo de dança afro do qual participa. Para ela, dança não é exercício: a graça está na adrenalina que sobe e em curtir os movimentos do corpo ao som da música. É a forma perfeita de soltar a tensão após um dia estressante.

Lolu nunca entendeu por que havia quem gostasse de correr. Mas, um dia, ela participou de um projeto chamado Punch Runners realizado pelo adidas Runners de Viena, e foi aí que tudo mudou.

A meta de Lolu é melhorar a forma física e ter mais resistência, e ainda encara a corrida com um sentimento de amor e ódio. Mas a comunidade adidas Runners é ótima na hora de dar o apoio e o empurrão que ela precisa para se manter motivada. Quando se corre em grupo, há muita camaradagem e espírito esportivo, e é isso que motiva e inspira Lolu.

moral da história:

Não importa de onde você vem ou para onde você vai em termos de meta fitness. Não importa qual esporte você pratica, seja corrida, dança ou musculação. A única coisa que importa é manter a motivação e o foco na meta!

Como tudo na vida, na hora de treinar, o principal é se divertir. Não é pelos outros que você quer chegar onde quer chegar, é por você! Curta o processo. Afinal, a gente só faz bem aquilo que a gente curte fazer. E aí, está esperando o quê? Olhe para dentro, ache a motivação e… treine como VOCÊ! 

***

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

Julia Denner Apaixonada por culinária e atividades ao ar livre, Julia pratica musculação e faz yoga para relaxar. Sua missão como dietista é inspirar e ajudar os outros a desenvolverem hábitos alimentares saudáveis. Ver todos os artigos de Julia Denner »