OS HOMENS E A VERGONHA DO PRÓPRIO CORPO

Homem alongando as pernas na rua

95% dos homens dizem ter sido humilhados por sua aparência física[1]. Sente que precisa ganhar massa muscular? Queria ter menos calvície? Queria estatura maior? A maioria das pessoas adoraria mudar algo na aparência. A vergonha do corpo afeta todo mundo — mas pode ser que afete os homens de uma forma um pouco diferente.

Existe muita pesquisa sobre a vergonha do corpo entre mulheres. No entanto, para os homens e a comunidade LGBTQ, sabe-se muito menos sobre os efeitos da vergonha corporal.

Este artigo oferecerá um panorama sobre o que é body shaming, esse movimento de desmerecer o corpo alheio. É um conceito novo para você? Além disso, vamos ver como homens vivenciam de forma diferente a vergonha do corpo e ofereceremos estratégias para lidar com isso.

Homem de cabelos longos soltos vestindo um casaco e sorrindo

Leia sobre a jornada de uma pessoa real para amar seu próprio corpo.

Importante:

Vive sob estresse devido à vergonha do seu corpo? Anda convivendo com pessoas que desmerecem sua aparência física? Busque ajuda médica ou psicológica junto a profissionais competentes. Autocuidado é a palavra de ordem, ok? Não há vergonha em pedir ajuda: ninguém está só.

DEFINIção de BODY SHAMING 

Sabe quando alguém fica fazendo piadas ou implicando com uma característica física de outra pessoa? Isso é body shaming: desmerecer o corpo da pessoa, inferiorizá-lo e, assim, humilhar a pessoa em questão.

A vergonha do próprio corpo pode surgir internamente, também, quando há um aspecto do seu corpo que você simplesmente não gosta e sente vergonha.

Body shaming pode ser uma forma de bullying, especialmente se for praticada entre crianças ou jovens. E isso pode acontecer com qualquer pessoa, ok? Até celebridades e atletas são submetidos a este tipo de comportamento.

Andam criticando você?

Body shaming ocorre quando alguém faz com que você se sinta mal com o próprio corpo. Às vezes, tal comportamento pode partir até uma pessoa próxima a você, presencialmente ou online. A pessoa que está praticando a humilhação pode nem ter consciência de que está sendo nociva, intencionalmente. Advirta-a: saber é poder, e muita gente não faz de propósito. Sempre podemos nos tornar pessoas melhores!

Se você desmerece o próprio corpo ou o de outra pessoa próxima a você, saiba que a resposta não é optar por medidas extremas. Converse com alguém em que você confia e busque conselhos que você valorize. Se sentir que a questão é grave, busque ajuda profissional. Pedir ajuda é totalmente normal e aceitável.

VocÊ anda se criticando?

Bem, #quemnunca. Quando vemos celebridades e atletas, é comum pensarmos que nosso corpo não é adequado. Só que essas pessoas são pagas para manter certa aparência, diferentemente da maioria de nós, “reles mortais”, certo? Cuidado com a espiral da vergonha!

Rapaz magro correndo na rua em um dia ensolarado

Se você se pegar desmerecendo o próprio corpo, hora de reprogramar seu pensamento! Aprenda a distinguir entre a aparência física esperada pela sociedade e sua saúde e bem estar. Converse sobre isso com amigos, parceiros e pessoas próximas. Se você, por exemplo, descobrir que seu par romântico quer que você ganhe massa muscular para ser sexy, pergunte: “o que você acha realmente atraente em uma pessoa?” — às vezes, a reflexão mostrará que ser sexy vai muito além das características físicas.

Tem cada vez mais gente com vergonha do corpo

Há vários motivos para as pessoas se sentirem mais vergonha do corpo do que há 50 anos[2]. Um fator que contribui muito é justamente o maior acesso às mídias de imagem.

EXEMPLO: assista a um filme antigo do James Bond. Em seguida, coloque um filme dos Vingadores. Reparou como a imagem de “homem ideal” se transformou com o tempo? Pois é.

A pandemia global também afetou o modo como as pessoas consumem conteúdo midiático: batemos nossos próprios recordes. Isso tem vantagens e desvantagens: muita gente se interessou mais por saúde e boa forma, justamente tentando se manter saudável durante este momento difícil. Entretanto, por outro lado, isso pode alavancar a vergonha corporal diante de tantas imagens de corpos inalcançáveis.

No entanto, como tudo isso está afetando os homens de forma diferente, quando comparamos com os outros gêneros?

homem musculoso correndo para perder gordura

Homens com vergonha do corpo

Quando se pensa em superar a vergonha do corpo, a maioria dos homens já imagina um torso maior e mais musculoso[3]. Claro que não há nada errado em ganhar massa muscular na parte superior do corpo ou mesmo turbinar os glúteos para se sentir bem. Mas tenha cuidado na hora de definir a meta: o objetivo não deve ser surreal e inalcançável.

A vergonha corporal entre homens vai muito além da falta de massa muscular. Eis uma lista de aspectos que fazem muitos homens se sentirem mal com relação ao próprio corpo:

  1. Sobrepeso
  2. Magreza excessiva
  3. Baixa estatura
  4. Ser alto demais
  5. Cor da pele
  6. Falta de massa muscular
  7. Falta de definição muscular
  8. Dismorfia muscular[4]
  9. Calvície
  10. Pelos corporais
  11. Tamanho da genitália
  12. Rugas e efeitos do envelhecimento
  13. Características da pele

E a lista continua… Existe uma janela bem grande para não se sentir bem consigo, viu? Na verdade, o difícil é não ter nadinha de vergonha do corpo. No ritmo em que as coisas vão, se aceitar torna-se cada vez mais impossível.

COMO A VERGONHA DO CORPO É DIFERENTE PARA OS HOMENS?

Além dos aspectos físicos do body shaming ao qual os homens são expostos em comparação com as mulheres, o modo como a vergonha corporal é vivenciada pelos homens também é diferente. Eis algumas formas de vergonha corporal peculiares aos homens:

SuposiçãoReaçãoRealidade
Homens são protetoresMúsculos grandes e corpos musculosos farão de você um protetor mais eficiente.Esta ideia está enraizada na masculinidade tóxica que não é mais necessária na sociedade moderna.
As pessoas se sentem atraídas por homens musculosos.Ter músculos desenvolvidos, especialmente os dos braços, ajudam os homens a atraírem pares românticos.Ao menos um estudo sugere que muitas mulheres não se sentem atraídas por homens musculosos. Já homens consideram atraentes os músculos[5].
Sentir vergonha do corpo é sinal de fraqueza.Comportamento fitness compulsivo e não falar sobre problemas relativos a isso.Não há corpo perfeito, então não há motivo para se envergonhar.
Falar sobre o corpo ou os sentimentos não é “coisa de homem”.Se calar sobre seus sentimentos por medo de ser visto como “feminino”.É saudável falar sobre o corpo e os sentimentos: afinal, todos temos corpo e sentimentos.


CONSEQUÊNCIAS DA VERGONHA CORPORAL NOS HOMENS

Pesquisas indicam que homens vítimas body shaming são mais propensos a violência e, em especial, violência sexual contra mulheres[6]. Homens que convivem com muita zoação por conta de características físicas também sentem que seu status na sociedade é afetado negativamente em comparação com outros homens que não vivenciam o mesmo tipo de bullying. Quem passa por body shaming geralmente relata ter baixo nível de autoestima.

O que tudo isso significa? Provavelmente, desmerecer os corpos masculinos gera mais propensão à violência do que quando o body shaming é sofrido por mulheres. Trata-se de uma diferença crítica para os homens.

Claro que nem todo homem que tem vergonha do corpo em algum nível incorrerá em atos violentos, mas muitos acabam indo por esta via. Mesmo subconscientemente[7]. Assim, é importantíssimo você buscar ajuda profissional se estiver sofrendo com vergonha corporal. Por outro lado, atenção: é impensável aceitar que a vergonha corporal torna a violência algo culturalmente aceitável.

Pessoas que veem na hipertrofia muscular a solução mágica para todos os problemas também estão sob um risco grave: o de usar anabolizantes e substâncias perigosas para alavancar o ganho muscular. Isto pode ter consequências graves. E há o outro lado da história, também: quem acha que a solução é emagrecer pode até desenvolver transtornos alimentares.

Que tal conferir este conteúdo sobre alimentação saudável e intuitiva? Há muitos meios termos possíveis!

AME O QUE TEM, NÃO O QUE NÃO TEM

Não existe corpo perfeito. É um mito. Assim, não há motivo real para sentir vergonha do próprio corpo. Que tal voltar o foco para ter comportamentos e hábitos saudáveis em vez de imagens surreais do corpo? Ser saudável não é ser como artista de cinema nem atleta profissional: basta ter saúde para viver a *sua* vida e cumprir a sua rotina com leveza e agilidade.

Aceite-se: não é vergonha nenhuma ser a pessoa única que você é. Já parou para pensar que, nos +7 bilhões de seres humanos, igual a você, não existe ninguém? Celebre-se!

Quer começar a ser mais fitness e não sabe por onde? Experimente este treino em casa para iniciantes.

***

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO