Voltar a correr após uma lesão: 5 dicas para retomar os treinos

Quem corre com regularidade garante muitos benefícios para a saúde. Mas, escapar totalmente das lesões é sempre difícil.

As lesões mais conhecidas associadas a overuse são o “joelho de corredor” (ou síndrome do trato iliotibial), o “joelho do saltador” (síndrome da dor patelofemoral) e a canelite. Se machucou? Cuide do problema, se recupere.

E, quando estiver pronto para retomar os treinos, use estas cinco dicas para recomeçar com segurança.

Un hombre con problemas de rodilla se prepara para entrenar

1. Encontre a hora certa

“Como volto a treinar após uma lesão esportiva?” 

A primeira coisa a fazer é simplesmente esperar até o momento certo. Pense sempre na meta de longo prazo. Afinal, sua saúde é o que mais importa.

Espere até estar saudável novamente, para que haja diversão ao recomeçar. Só assim você alcançará todo o seu potencial.

Voltar antes da hora, no impulso, pode causar uma recaída e atrapalhar mais do que ajudar. Para saber qual é a hora certa de voltar a correr, considere a gravidade da lesão.

Confie nos especialistas: 

Consulte um médico e siga as orientações profissionais.

Una mujer corriendo sobre asfalto

2. Siga um plano de longo prazo

Quando chegar a hora certa de voltar a correr após uma lesão, siga um plano de treino. A estrutura ajudará a seguir de forma planejada, evitando treinos aleatórios. 

Obtenha recomendações de uma equipe interdisciplinar: o que seu médico, fisioterapeuta, nutricionista ou instrutor recomendam? Uma boa avaliação profissional faz toda a diferença na hora de retomar as atividades.

Invista tempo na escolha de um plano de treino para corrida. Vai valer a pena no fim das contas, e você poderá se concentrar totalmente nas suas metas.

Escolha seu plano de treino no app Runtastic!

3. Seja paciente e acredite na sua meta

Recebeu liberação para voltar a correr? Show! Mas nada de afobação. Aumente gradualmente a intensidade dos treinos, porque ninguém quer recaídas, certo?

Defina marcos individuais a serem alcançados no seu plano. Se identificar obstáculos, ajuste o plano.

Todo atleta tem um músculo extra a treinar: o da paciência!

Para desenvolver a paciência, use a estratégia de todo treino: mantenha o foco, a calma, se dedique e busque o suporte certo. É a única via para ser um atleta de sucesso – nem que o sucesso seja só a nível pessoal.

Un hombre haciendo estiramientos

4. Aprenda com a lesão

Muitos corredores se lesionam por conta de desequilíbrios musculares/posturais, ou devido a treinos e preparação insuficientes para uma corrida.

Investir em treinamento funcional pode ser uma boa ferramenta para preparar seu corpo de maneira direcionada, a partir dos ensinamentos das lesões. Toda dor é um sinal de alerta: descubra a causa do incômodo! 

5. Aloque tempo para a recuperação

Planeje o tempo que será dedicado à recuperação no seu plano de treino. Além dos exercícios de alongamento, que preparam seus músculos para o exercício, as fases de recuperação são indispensáveis.

Exercícios de equilíbrio, yoga, alongamento da fáscia, uma boa sauna relaxante e sessões de massagem são uma ótima alternativa para acelerar a recuperação.

Permita ao seu corpo tempo suficiente para relaxar. Pode não parecer, mas relaxar ajuda o corpo a ter melhor desempenho e reduz o risco de lesões.

Pensamento positivo:

Exercícios de mobilidade combinados a exercícios de corrida e períodos de recuperação ajudam a prevenir lesões. Encare estes momentos de derrota momentânea como uma chance de crescimento. Assim, você aprende a voltar ainda com mais garra e determinação, tanto fisicamente quanto mentalmente. E, claro, ganha em termos de autoconhecimento pessoal e corporal.


***

CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO

Runtastic Team Quer ser mais ativo? Emagrecer? Dormir melhor? A equipe do Runtastic ensina os segredos para fazer você levantar do sofá e chegar aos seus objetivos. Ver todos os artigos de Runtastic Team »

Leave a Reply